DestaqueSaúde

Captação de doadores fortalece estoque de sangue no Hemocentro Manhuaçu

A Fundação Hemominas comemorou na última semana o Dia Mundial do Doador de Sangue, data criada como forma de agradecer os doadores voluntários que, através deste ato, salvam vidas. O Dia Mundial do Doador de Sangue foi criado por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014 como uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

Em Manhuaçu, o Hemocentro é um dos 18 núcleos descentralizados do interior do estado, que fazem parte da Rede Hemoninas, além de outros três em Belo Horizonte. Apesar de ser regionalizado, o Hemocentro recebe doadores e distribui sangue para hospitais de todo o Estado de Minas Gerais, como informou a Enfermeira responsável técnica, Karina Gama:

Em virtude do período de safra de café, em que muitos doadores atuam nas lavouras, os estoques ficam mais baixos. Mas os captadores vem conseguindo superar as ausências com a participação de outros grupos de doadores de toda a região.

Reportagem: Júlio Oliveira

Comentários

Mostrar Mais

Artigos Relacionados