DestaquePolicial

Perseguição policial termina com morte de foragido em Ibatiba

Um homem de 30 anos, foragido do sistema prisional, foi morto durante uma perseguição com a Polícia Militar na tarde deste domingo (3) em Ibatiba, na Região do Caparaó. O caso começou em Iúna após um assalto a um posto de combustível na cidade. O veículo usado no roubo foi localizado e o motorista tentou atropelar os militares que tentaram parar o veículo. A polícia atirou no carro, atingindo o motorista e o passageiro.

Segundo o registro da polícia, houve um assalto em posto de combustível em Iúna. Um suspeito, em um Onix preto, pediu para encher o tanque. O motorista anunciou o assalto ao frentista, colocando a mão na cintura por baixo da camisa, fazendo menção de estar portando uma arma de fogo. O frentista entregou RS 275,00 e chamou a polícia após o suspeito fugir.

PERSEGUIÇÃO

Após o roubo, policiais de municípios vizinhos montaram cercos nas cidades. O mesmo veículo, com o motorista e um passageiro, foi visto em Ibatiba e começou a ser seguido por uma viatura policial.

O motorista fugiu e acabou batendo em um veículo que estava na frente. O carona tentou abrir a porta para sair do veículo, mas o condutor impediu e acelerou o carro, o jogando em direção a um policial. O militar pulou e atirou contra o veículo. Ainda de acordo com o registro da PM, o motorista subiu no meio fio para tentar atropelar o policial.

O outro policial da equipe viu que o motorista estava com a mão direita abaixada na região da cintura e também atirou no Onix, que continuou em movimento e só parou quando bateu no muro de uma residência.

RESGATE

O carona saiu do veículo, já se jogando ao chão, pois estava ferido. O motorista foi encontrado no carro caído, segurado pelo cinto de segurança. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e confirmou a morte do condutor.

Segundo a Polícia Militar, o motorista é Walace Garcia de Souza, que estava foragido do sistema prisional. Conforme nota da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), ele fugiu da Penitenciária Agrícola do Espírito Santo, unidade de regime semiaberto, em 9 de junho deste ano.

O passageiro, também ferido por tiros, foi levado para o pronto-socorro de Ibatiba e transferido para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória. Ele disse aos militares que queria sair do carro, mas Walace o impediu e disse que ia passar por cima dos policiais.

A Polícia Civil foi procurada pela reportagem, mas até o fechamento do conteúdo, não houve retorno.

Beatriz Caliman / A Gazeta

Comentários

Mostrar Mais

Artigos Relacionados